O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) anunciou a aprovação de duas cooperações técnicas com a prefeitura de Sobral, num total de US$ 200 mil. Os recursos serão utilizados na realização de dois estudos estruturantes para a cidade.
 
O primeiro, o Programa MOBSOL, consiste em um estudo que visa o planejamento de ações de estímulo ao uso de modos de deslocamento não poluidores na cidade, sobretudo com a ampliação da malha cicloviária e da implantação de um sistema de compartilhamento de bicicletas.
 
O segundo, o Programa ECOSOL, consiste na realização de um estudo aprofundado com o objetivo de criar um novo modelo de gestão de resíduos sólidos, foco na cadeia de valor dos resídos sólidos e ênfase na reciclagem e na geração de renda a partir do potencial econômico existente. A intenção é promover a integração de novas infraestruturas, tecnologias, legislação e processos, com o objetivo de criar uma nova atitude da população e do governo quanto aos resíduos produzidos na cidade.
 
“As duas cooperações trabalham temas fundamentais para o desenvolvimento urbano efetivo, com a ideia de integração de políticas públicas para o aprimoramento da qualidade de vida”, avalia o diretor-representante do CAF no Brasil, Jaime Holguín. “Para nós, que conhecemos Sobral e suas práticas rumo a um desenvolvimento de alto nível, é uma honra começar esse relacionamento de parceria”, completa.
 
“O CAF tem sido um parceiro muito importante para que a prefeitura de Sobral consiga levar mais mobilidade e qualidade de vida aos sobralenses. O nosso objetivo é darmos um novo salto de crescimento no município, com investimentos em áreas prioritárias do nosso governo”, afirma o prefeito Ivo Gomes.
 
Os dois estudos devem ser concluídos em até seis meses após a contratação de especialistas nos temas propostos. A expectativa é que resultem em ações práticas voltadas para a população. No caso do MOBSOL, será desenvolvido um setor específico na Prefeitura de Sobral voltado para o tema dos meios de transporte não poluentes, realização de oficinas e cursos de capacitação voltados ao planejamento de iniciativas, planejamento da expansão da malha cicloviária e de mobiliários urbanos.
 
No âmbito do ECOSOL, será ajustado o marco regulatório de resíduos sólidos, fomento a organização dos catadores em associações e cooperativas, instalação de uma rede de ecopontos, além do desenvolvimento de um aplicativo móvel para facilitar o descarte adequado e a coleta seletiva.
 
Sobre o CAF O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) tem como missão impulsionar o desenvolvimento sustentável e a integração regional mediante o financiamento de projetos dos setores público e privado, a concessão de cooperações técnicas e outros serviços especializados. Constituído em 1970 e composto atualmente por 19 países – 17 da América Latina e Caribe, junto à Espanha e Portugal – e 13 bancos privados, é uma das principais fontes de financiamento multilateral e um importante gerador de conhecimento para a região. Mais informações em www.caf.com